quarta-feira, 28 de junho de 2017
Olá People!! Olha quem esta de volta!
Essa semana eu postei uma dica de série. Olha aqui eu comentando sobre Vikings que eu fiz a mais rápida maratona. Como eu deixei uma fica de série, algumas pessoas pediram dicas de filmes. Por isso vim aqui hoje.

Eu tenho uma lista enorme de filmes para contar para vocês, mas vim recomendar os últimos que eu assisti e em breve eu volto com outros filmes que assisti e quero comentar com vocês. 

1- A Fazenda dos Cisnes:
Esse filme eu encontrei num desses sites de baixar filmes e séries e gostei do título. Tinha nome de filme romântico bonitinho para assistir numa tarde. kkk Esse é daqueles filmes de baixa produção mas que é ótimo. Eu pelo menos amei. É tranquilo, tem uma história legal e gostosinho de assistir. 
O filme mostra a história de um cisne que foi salvo por uma pesquisadora e depois voou para outros lugares e parou numa fazenda de uma família. Nessa fazenda era pai e seus três filhos, logo que eles vêem os cisnes ficam encantados, principalmente a menina Frankie. Quando eles precisam de ajuda com os cisnes eles chamam a pesquisadora que acaba se envolvendo com os cisnes e com a família Peterson.  


Cono eu já disse é um filme bem leve, tipo sessão da tarde. Muito legal, gostei e recomendo. Não é uma super produção mas vale a pena. 

2- Fragmentado:
Pensa numa filme que começa doido, fica estranho e depois vira uma piração total, mas no fim das contas é bom. Como o filme é meio doido não sei se muitas pessoas vão gostar, até eu fico em dúvida se gostei muito ou é muita loucura. 
O filme fala sobre um homem que tem múltiplas personalidades. Ele consegue mudar de personalidade quimicamente só com a força do pensamento. Algumas das personalidades tem comportamentos comuns e outras macabras, como Serial Killer. Algumas de suas personalidades tem medo das outras e até quem se envolve tem medo de algumas. Quando ele sequestra três adolescentes elas percebem as mudanças e lutam para sobreviver. 


No final tem uma sacada espetacular. Não posso contar para não estragar a surpresa. O filme vai ficando cada vez mais estranho, mas é legal. Teve partes que eu fiquei numa emoção que até suei. kkk

3- Animais Noturnos:
Esse filme pode ser bem confuso, algumas pessoas não entendem o final, ou não entendem o porque de tudo aquilo. É que o filme conta a história de Susan uma negociante de arte que não tem a melhor relação com o marido, sua vida esta sem sentido, seguindo um caminho que ela não imaginava. Até que ela recebe um manuscrito do seu ex marido que é escritor. Ela começa a ler o manuscrito e se envolve na história. A trama do livro se torna intensa tanto que envolve a Susan e nós espectadores também. 
Confesso para vocês que fiquei atenta nesse filme de uma forma que deu até um suador, estava ansiosa para saber o que ia acontecer. 


Achei o filme muito legal, só queria um final mais esclarecedor, queria ver mais. Não consigo falar mais desse filme sem deixar spoilers. Só preciso dizer que o ex marido fez um livro muito bom, contando em partes de como foi a vida dele depois que seu casamento com a Susan acabou. Ele usou seus personagens para demonstrar seus sentimentos, sofrimentos e fracassos. Se no início ele não era um bom escritor com os anos ele se tornol um excelente. 


4- A Garota do Trem:
Faz um tempo uma amiga minha comentou que estava lendo um livro de suspense muito bom e que tinha lançado o filme dele no cinema, mas na época eu não liguei muito, (sorry Gabi). Pois bem, eu deveria ter ouvido as dicas dela e ido no cinema também mesmo sem ter lido o livro, pois o filme é maravilhoso!
Eu ficava o filme todo ela vai se fuder, minha nossa que filme, minha nossa o que vai acontecer? Eu fiquei muito envolvida com o filme e torcendo por um final feliz. 


Eu gosto muito dessa atriz, Emily Blunt, ela faz "O Diabo Veste Prada" que eu adoro. O mais engraçado do filme é que eu entendo muito o que a personagem dela sente nesse filme, fracassada, vendo o amor da sua vida feliz da vida com outra pessoa. Posso afirmar para vocês que não é fácil. Mas com o tempo tudo passa e as coisas melhoram.
Assiste que vale a pena!

5- O Espaço Entre Nós:
Eu conheci esse filme quando a Blogueira/Youtuber Bruna Vieira participou da estreia desse filme. Fiquei curiosa pois ela comentou que era um romance meio adolescente. Sei que já passei dessa fase, no entanto eu ainda gosto desse tipo de filme. Eu baixei ele, mas já tem disponível no Netflix. 


É um filme bem café com leite, assista sem esperar muito dele. Tem várias bobeiras do tipo minha nossa como eles fizeram isso, isso não existe, etc. Mas tem uma coisa que é imperdoável, o fato de uma mulher ir pro espaço sem fazer exames antes. Uma coisa que fiquei chocada nesse filme é em como o ator Asa Butterfield é alto, mesmo assim acho ele fofinho, tomara que faça muito sucesso em filmes. Dos filmes de ficção cientifica esse não é dos piores, e ainda tem um romance pra gente torcer que dê certo.

6- Drinking Buddies:
Eu achava que já tinha comentado desse filme aqui no blog, mas parece que não. É um filme de média produção que você não da nada por ele mas até que gosta. Eu li os comentários sobre esse filme e muita gente não gostou porque não entenderam o tema do filme. Acho que eu português ele chama "Um Brinde à Amizade", o que faz todo sentindo quando você assiste.


Como o próprio título já fala o filme é sobre amizade e não sobre romance. Por mais que você passa todo filme torcendo para ver o casal se formar ele não acontece. Desculpa se dei o maior spoiler sobre o filme, mas é preciso! Por favor não deixe de assistir esse filme. Mas vá de mente aberta, é um filme sobre amizade, afinal de contas amigos também se amam. A atriz principal é a Olivia Wilde que faz a 13 de House! Acho ela linda, a sobrancelha dela é maravilhosa! Rsrs
Acho que esse filme tem no Netflix! 

7- Brooklyn:
Esse filme se tornou meu filme favorito da vida! Vocês precisam assistir. Eu tenho uma lista de filmes favoritos que gosto de assistir quando estou de baixo astral, ou meio deprê, esse entrou pra essa lista. É um lindo romance sobre uma jovem que sai de seu país para tentar uma chance melhor dos Estados Unidos. No início não é fácil, mas aos poucos as coisas vão melhorando, quando de repente ela tem que voltar pra casa. No seu país ela ganha novas oportunidades, desde emprego até na vida amorosa e aí que ela tem que decidir se volta pra sua vida no Brooklyn ou fica na Irlanda.


Quando a Eilis volta para a Irlanda eu fico com uma raiva dela pois ela se envolve com um jovem rapaz e pra mim a relação que ela cria é quase uma traição ao Tony. Tony é meu personagem favorito, ele é o típico cara que eu queria na minha vida, todo romântico, meio tímido, sonhador e trabalhador. Sem contar que ele é uma gracinha, fiquei completamente apaixonada pelo personagem, mas também pelo ator Emory Cohen. Eu gostei tanto que já assisti umas 6 vezes. Por favor assistam, vocês vão se apaixonar, é uma história muito fofa!
Eu gosto tanto desse filme que deu uma vontade enorme de assistir de novo. Uma pena que ainda não tem no Netflix, queria assistir em HD na tela grande da TV aqui de casa. Rsrs

Vou encerrar a sessão de hoje com esse lindo romance que eu espero que vocês assistam. Em breve eu volto! Tem mais dica de séries para vocês e muitos filmes também!!!

Se quiserem saber de algum filme em especial deixe nos comentários que eu comento aqui! 

Beijosssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

segunda-feira, 26 de junho de 2017
Olá people, tudo bom?
Nem preciso dizer o como estou sumida aqui do blog né! Eu até tento vim aqui mais vezes compartilhar assuntos com vocês, mas não sei o que acontece que nunca consigo terminar o que terminei de escrever. Tenho vários rascunhos aqui, mas nenhum deles sigo adiante. Embora eu não tenha vindo muito, hoje eu vim indicar para vocês uma série que eu amei demais. Na verdade, eu tenho uma relação de amor e ódio com ela, mas como o vício é gigante acho que o amor ganha.

A série que vou indicar para vocês hoje é Vikings do canal History. Eu não sabia que o History fazia esse tipo de série, sempre achei que só tinha aqueles conteúdos, os piores homens do mundo, caçadores de relíquias, trato feito, curvas mortais, etc. Nem sei se esses que eu citei são do History mesmo, mas eu achava que era só esse tipo de programa, eu não sabia que eles tinham séries comuns dessas que estamos acostumadas, tipo Game of Thrones, Hannibal. Vocês entendem o que eu quis dizer né!



A série teve sua estreia no dia 03/03/2013 nos Estados e no Canadá. A série é Canadense e é filmada na Irlanda. Diga-se de passagem que tem belas imagens da natureza. É uma série drama-histórico que conta o início da Era Viking, lá por volta de 790-793 d.C Começa contando as aventuras e conquistas do herói Viking Ragnar Lothbrok. Ragnar ficou conhecido por suas invasões e conquistas na França e Inglaterra. 

Segundo Wikipédia:
"A série teve como inspiração as narrativas acerca das incursões saqueatórias, comerciais e exploratórias dos nórdicos da Escandinávia da Alta Idade Média. Ela aborda especificamente os feitos do lendário chefe tribal viking Ragnar Lothbrok e de sua tripulação e família, tais como narrados por sagas do século XIII como a Ragnars saga Loðbrókar e a Ragnarssona þáttr, assim como na obra Gesta Danorum, de Saxão Gramático, do século XII. As sagas lendárias nórdicas eram narrativas parcialmente fictícias baseadas na tradição oral escandinava, que foram escritas cerca de 200 a 400 anos após os eventos que elas descrevem. Entre outras inspirações utilizadas para a série estão fontes históricas do período, como os registros do saque viking feito a Lindisfarne, mostrado no segundo episódio da primeira temporada, ou o relato feito no século X pelo autor árabe Ahmad ibn Fadlan dos vikings do Volga. A série passa-se no início da Era Viking, que teve como um dos seus marcos justamente o saque a Lindisfarne, em 793 D.C."


Por mais que a obra tenha um pé na História real, não podemos esquecer que é uma ficção. Muitas pessoas acreditam que a História dos Vikings é um "conto de fada", uma invenção dos tempos antigos, assim como a história de Hércules. Contudo, na Faculdade a gente tem conhecimento de alguns fatos Vikings que comprovam a existência desse povo. Os Vikings também são conhecidos como povo pagão que adoravam deuses, os mesmos deuses do filme Thor. Eles acreditam em Odin, Thor, Loki, Freya, entre outros deuses. Foram mais um povo pagão que a Igreja Católica lutou para converter e catequizar. 

Deixando a parte histórica de lado, vamos falar sobre a série em si. Como já mencionei antes, a série fala da vida de Ragnar, sua família, amigos, tripulantes e inimigos. Na primeira temporada Ragnar é um simples agricultor com esposa, dois filhos e sendo um cara sonhador que deseja navegar para o oeste, terras ainda desconhecidas pelos Vikings. O Conde de Kattegat não compartilha dos mesmos sonhos de Ragnar e logo coloca ele como inimigo. Ragnar então decide ir por conta em risco navegar até o Oeste e logo ele encontra Lindisfarne. O saque nessa ilha rende vários lucros e escravos. Entre esses escravos estava Athelstan que se torna um personagem regular na série. Além de se tornam o personagem que mais amei na série. Ouzo dizer que ele se tornou o segundo personagem que mais amei no mundo das séries, assim como eu amo Dexter. Olha que eu assisto muitas séries e poucos conquistaram esse lugar.

Ragnar com seus lindos olhos azuis. Meu amado Athelstan.


Como eu não quero dar muitos spoilers, só digo que ao longo das temporadas Ragnar conquista e saqueia muitos lugares, chega a lugares que nunca ninguém imaginou chegar e com isso ele ganha muitos inimigos. Conforme o tempo vai passando Ragnar fica famoso, suas conquistas chegam em todos os lugares, ao mesmo tempo que sua fama chega, ele é temido, admirado, mas também traz muita inveja e ciúmes. 

A segunda personagem na série que eu mais gosto é Lagertha, esposa de Ragnar com quem ele teve dois filhos, sendo um deles Bjorn que ao longo da série também tem muito destaque. Lagertha era uma excelente escudeira e também uma agricultora. Ela é a típica heroína que a gente ama. Uma mulher de fibra, forte e lutadora. Além de ser uma mulher linda. A atriz que faz ela chama Katheryn Winnick. Oh mulher bonita. Ela passa por altos e baixos, torço para que ela seja muito feliz. 

Falando ainda sobre outros personagens tem o Rollo que é irmão do Ragnar. Ele é o típico personagem que você ama odiar, ou odeia amar. Seja como for ele provoca na gente muita raiva, você com certeza vai torcer por ele, mas ao mesmo quer que ele pague por tudo que já fez. Olha que ele fez muitas besteiras ao longos dessas 4 temporadas. 


Quem disputa o lugar de mais odiado na série é o Floki, ele no início o cara doidinho que a gente acha legal, mas no decorrer das temporadas ele faz cada coisa que mata a gente de raiva. Eu cheguei a odiar o Floki de uma maneira que quase pulava na frente da TV pra matar ele. Rsrsrs. 

De maneira geral os personagens e o enredo faz você vivenciar aquilo, te traz emoções, sensações, você vive aquilo que esta assistindo. O que no meu ponto de vista faz a série ser muito boa. Quando eu fui assistir não tinha expectativas sobre ela, a primeira temporada inclusive eu pensei até em parar pois não tinha ainda me apaixonado. Não tinha gostado muito. Foi uma temporada curta com apenas 9 episódios. Como fui assistir no Netflix e não queria saber da TV eu decidi ir pra segunda temporada e foi aí que viciei há um nível frenético. Existe até um termo para isso que é conhecido com Binge Watching (leia essa matéria). Claro que uma compulsão não é uma coisa muito legal, mas eu sou muito viciada em séries, e quando eu gosto eu não consigo parar. 


Não quero prolongar nesse post, mas preciso chamar vocês para assistirem essa série junto comigo. Eu já terminei as 4 temporadas e estou ansiosa pela quinta temporada. Cada episódio tem cerca de 45 minutos, sendo que a série tem 49 episódios. 

Uma das coisas que eu mais gostei na série é que eles tiveram uma sacada brilhante sobre a língua dos Vikings e dos outros povos. Porque eu sempre me perguntei porque eles falam inglês? Na verdade, o inglês é só pra gente entender a série, quando eles encontram outros povos eles mostraram eles falando uma língua diferente. Exemplo: Vikings conversando com o Rei Ecbert (Rei de Wessex/Parte da Inglaterra.) eles não se entendem. Só o Ragnar sabia a língua do Ecbert porque o Athelstan ensinou ele. Outro exemplo são os Vikings em Paris, deixa claro que os povos falam línguas diferentes. Achei isso brilhante. Sei que parece bobo, mas foi muito legal ver eles fazendo isso. 

Amizade mais linda que já vi!

Meu povo, vocês precisam assistir essa série. Se na primeira temporada vocês não se apaixonarem deem uma segunda chance porque na segunda fica muito boa e a partir daí não da para parar nunca mais. Além de que o final da quarta foi daquele jeito. Quero logo a quinta!!! 

Espero que tenham gostado da dica. Essa semana volto com mais dicas. Ahhh não poderia deixar de dizer que assisti essa série na Netflix as quatro temporadas, porém na Netflix só tem até o 4x10, os outros 10 episódios eu baixei torrent. Gosto de um site que chama Séries in torrent para quem sempre me pergunta onde eu baico minhas série.

Estava vasculhando a internet e encontrei uma matéria muito legal sobre os Vikingd. Olhe (AQUI)!!!!!!


Beijossssssssssssssssssssssssssssssssss
sábado, 29 de abril de 2017
Olá meninas, tudo bom? Talvez vocês não sabem, mas um dos posts que mais dava view aqui no blog eram as dicas de looks e de meninas para seguir no LookBook. Faz um tempão que eu não acompanho o LookBook só que esses dias eu parei para olhar e achei várias brasileiras bacanas, com looks incríveis que deu aquela vontade de copiar, se inspirar.

Eu tenho preparado vários posts de séries e filmes, mas achei que estava mais do que na hora de voltar com outros assuntos por aqui! Então prepare-se porque hoje é dia de babar nos looks da Soraya Marx. Ela é uma carioca de 30 anos com cara de menininha, além de ter várias tatoos iradas. Ela tem um estilo super descolado e um corpo que mata a gente de inveja, que mulher linda. 

Faz tanto tempo que separei os looks dela que a gente esta quase no inverno e eu ainda não mostrei aqui. Apesar dos looks serem pro primavera/verão dá para se inspirar e montar looks para o inverno. No entanto, é como uma amiga minha falou: No Rio de Janeiro não tem inverno como aqui em Juiz de Fora ou em outras partes do Brasil, então se você mora numa cidade quente se jogue nas inspirações a baixo!

1- Jeans e Batata Frita:


Decidi começar com um dos meus looks preferidos, amo Jeans e camiseta. É um dos meus looks favoritos para tudo, desde passear no Shopping, ir no centro pagar contas, ir para faculdade, enfim, eu adoro, uso bastante. O jeans pode ser de qualquer jeito, jeans azul claro, azul escuro, até preto. A Soraya optou por esse jeans de cintura alta e eu adoro jeans assim. Cobre toda a barriga e não deixa nada mostrando nem caindo pra fora da camiseta. kkO look fica ainda mais legal com uma camiseta divertida. Eu tenho várias de séries e de filmes que eu sou fã. Mas de batata frita também é legal. Da até uma vontade de parar lá no MC e comer umas batatinhas! Rsrs
O conforto máximo ficou com esse adidas super star branco. Cara como eu queria uma coleção desse tênis. Desde novinha eu sempre quis comprar um, mas acho caro e nunca consegui guardar grana para comprar. Quem sabe um dia né! (No site da Adidas tem o SuperStar 80S por R$599,99).

2- Destroyed + Salto:

Acho esse look super inspiração. O legal de posts assim é que a gente não precisa reproduzir igual, é legal pegar a referencia e usar de acordo com o que a gente tem em casa. 
Gosto muito dessa moda do Destroyed, será que continua até o próximo verão? Não sei se essa moda fica forte nesse inverno, ainda mais que o destroyed começou simples, singelo e hoje em dia parece um short com um resto de pano no pé! Quando chega nesse nível eu acho horrível. (sorry). O da Soraya eu já não gosto muito pois é muito aberto nos joelhos e eu acho todo joelho muito feio para ser destacado assim. Se fosse minha calça ela seria mais tampadinha e me jogaria nesse look com mais algumas modificações. 
Como ela tem um corpo maravilhoso pode usar cropped a vontade. Eu jamais poderia e colocaria cropped, mas usaria com uma camisa preta normal. Tenho várias em casa que da para montar um look assim. Agora com o friozinho chegando ficaria um look lindo.

O salto deu todo um glamour para o look dela, principalmente com a aposta da clutch. Apesar de ter amado esse look com a sandália de salto bem alto, eu colocaria com um tênis para somar o conforto sempre. Sei que esse modelo de sandália é super confortável, mas não sei andar por ai de salto. O máximo eu arrisco é numa festa onde o ambiente é mais escuro e ninguém vai reparar tanto quando eu virar o pé várias vezes. (kkkkk).

Para você que vai se inspirar nesse look e trocar o cropped por uma camisa comprida aposte também num maxi colar mara para dar destaque ao look.

3- Casaco Xadrez e Legging:

Eu gosto muito de legging, pena que é difícil de conseguir usar. O problema da legging é que eu acho que ela foi feita para usar com algo mais comprido, como na foto acima. Mas tem pessoas que insistem em usar com blusa curta (credo). O Look dela esta perfeito, bem a cara do outono quando esta aquele friozinho e os looks começam a ficar mais lindos. Gente não é por nada não, mas os looks no inverno são os mais bonitos. 
Eu amo esse look, mas para quem gosta de salto pode substituir o tênis por uma bota. Nesse outono/inverno lançaram várias botas, desde aquelas de salto mais baixo, até aquelas de salto alto. 


Uma das opções é usar com algum modelo de bota, ou até mesmo coturno. Esse ano o glitter ganhou espaço nos sapatos e várias marcas lançaram suas apostas. Esse da foto é da Vizzano e custa em média R$199,99
Calma, não precisa gastar dinheiro com bota nova, usa aquela do ano passado, vai ficar show!!

Na primeira vez que vi esse look achei que era um colete xadrez, quando na verdade é um casaco. Esse tem cara de ser super gostosinho de usar. Para quem não tem essa peça uma opção é utilizar aquele colete ou kimono. Para quem sabe costurar ou tem uma boa costureira é uma boa opção fazer uma peça parecida, assim você pode comprar o tecido na cor que mais gostar. Pode fazer no comprimento que quiser também. Mas por favor, se for usar com legging faça ele compridinho, please!!

4- Look Bad Girl:

Esse look é uma sugestão para quem quer usar legging mas mostrar a barriga ao mesmo tempo, amarre uma camisa na cintura e pronto! Adoro essa aposta de look despojado. A touca pode ser uma aposta para o bad hair day, daí você fica com um look bad girl arrumadinha. 
Camisa xadrez na cintura é uma moda que vai existir para sempre. Muitas meninas usam como um acessório mesmo, de propósito, mas também é uma opção para um dia que você vai chegar tarde em casa e sabe que vai esfriar. Assim não passa frio. Tenha atenção de que a camisa seja comprida e tampe a bunda e a ppk. (kkk).

Essa bota eu tenho uma relação de amor e ódio. Eu não compraria, mas usaria se alguém me emprestasse eu me desse de presente. Ao mesmo tempo que acho feia, acho super estilosa. Esse modelo é da Melissa, mas tem algumas marcas com modelo parecido. 

5- Disco Pants:

Faz uns anos que a Disco Pants voltou à moda e acho que não para mais. É uma moda super antiga, quem lembra do filme "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" com certeza vai lembrar dessa peça. Super brilhante, apertada e estilosa. Fez muito sucesso nas discotecas, por isso o nome Disco Paints (Calça disco). Preto é a cor mais comum, embora existem de várias cores, só que tem que estar preparado para muita atenção quem usa outras cores. 
Essa calça não deixa de ser uma legging só que brilhosa. Só que tem uma particularidade que a galera usa com cropped como se fosse apenas uma calça. Eu ainda acho com cara de legging e que deveria ser usada com a bunda tampada. Contudo, eu entendo que nos anos 60 e 70 quando estava na moda ela era usada com cropped e camisa para dentro, nada mais justo que aceitar que ela pode ser usada como a pessoa quiser. 
Eu acho esse look super estiloso, mas vamos combinar que só fica bom com mulheres com o corpo sarado. Imagina as gordinhas usando isso e as celulites marcando? (Que horror). Muitas famosas e youtubers apostaram nessa calça usando com camiseta comum, das mais estilosas às "podrinhas"! 
Essa sandália é da Petit Jolie, embora a Melissa já teve esse modelo. Eu tinha uma quando era novinha e usei até soltar pedaço. Voltando na calça é uma opção usar no inverno com sobretudo, casaco mais grosso e tampar o corpo, deixar somente as pernas em destaque. Tipo a Niina usa só que com o sobretudo fechado. 



6- Look divertido:

Gente olha que look mais fofinho, descolado, confortável, tem como não amar? Eu queria muito uma calça com patches, mas não tive coragem de comprar nem criatividade para montar uma. Os patches fizeram sucesso no verão e continua agora no outono/inverno. Quem aí já comprou?? Peças no geral com patche é uma graça. 
Agora para tudo nesse Pernalonga! Que fofiiiiii. Esse suéter com cara de super quentinho é uma boa pedida para aquele look que arrumamos na correria. Ótima opção para sair para bater um papo com as amigas, comprar um pão na padaria, fazer compras no mercado. Eu só trocaria essa sandália/chinelo da Adidas por um tênis ou até mesmo aquela alpargatas da havaianas. Continuaria um look descolado e com o pé quentinho.

7- Parece pijama:

Esse look eu fiquei de queixo caído, queria essa calça para mim! Sei que o conjunto da obra parece pijama, mas achei super descolado e show de bola! Incrível!
A calça é de uma marca de roupas de academia, não consegui encontrar outras peças como essa, talvez eu busque no site de novo e tente achar algo, caso encontre eu mostro aqui. 
Quem não ama peças de roupas confortáveis? Eu amoo! Eu só trocaria o tênis por uma sapatilha ou alpagatas. 

8- Olha o frio:

Lembra que lá no início do post eu falei que os looks da Soraya eram de verão e que para esse post teria que adaptar para o friozinho que esta chegando? Então esse é o único que vou mostrar aqui. Rsrs Uma baita reviravolta né, mas o importante é aproveitar as dicas.
Eu simplesmente adorei esse look, adoro look com preto, acho chique, bonito e combina com tudoo. Agora que esta começando o frio (aqui em JF pelo menos tem feito bastante), o ideal é levar uma jaqueta para espantar o frio. Ficaria muito legal usar meia fina, seja da dor da pela para não alterar cor do look ou uma meia fina preta fio 40. Caso você opte por usar a meia fina preta opte por colocar um cinto de cor no look, só para dar uma vida e tom ao look. 
Já falei aqui mas adoro camisetas divertidas, ou camisetas que você pare uns segundos para analisar o que esta estampado. 

Dos oito looks eu não comentei sobre as bolsas, é que na minha ideia é você usar o que tem em casa. Adoro bolsas, mochilas e com elas a gente pode usar e abusar. É uma daquelas peças que a gente não precisa de regras, é usar o que gostamos e o que temos em casa. Opte sempre para aquela que caiba todas as suas coisas e bora! 

Então meninas, espero que vocês gostem do retorno desse post aqui no blog. Pode parecer besteira mas muita gente não conhece o look book. Hoje em dia o Instagram ganhou muito espaço na apresentação de looks, mas acho digno olhar em outras plataformas também. O Pinterest, por exemplo, é um excelente local para pesquisar looks. Não importe onde você vai pesquisar, o importante é saber se inspirar e não precisar ficar na neura de comprar peças novas, e sim se inspirar e usar o que já tem em casa.

Essa semana eu volto com dica de série, sessão da lili e mais inspirações, ok! Depois de dar uma olhadinha aqui no blog, passe nas minhas redes sociais e indique para suas amigas também, vamos fazer essa família crescer.

Beijoooooooooooooooooooooooo
sexta-feira, 7 de abril de 2017
Oi gente, tudo bom?
Sexta-feira passada eu fiz um post falando sobre a série Teen Wolf e no final eu comentei que na próxima vez eu ia comentar sobre uma série polêmica, então é por isso que estou aqui hoje! Como vocês já leram no título vou comentar sobre Bates Motel!



Ano passado eu fui apresentada ao Netflix e eu amei. Antes eu achava besteira assinar o streaming, porque na internet a gente tem de tudo sem precisar pagar nada. Só que aos poucos eu fui me apegando, assistir vários filmes, assisti uma série chamada Luke Cage (Breve comento aqui no blog), mas minha paixão até então era pelos filmes. Tenho até post aqui no blog com o Top 5 de filmes Netflix antes de 2010. Tenho até que terminar a parte 2 desse post que são dos filmes depois de 2010. Até ano passado meu foco era assistir filmes e uma ou outra série que eu via. Só que em 2017 no meu aniversário eu comprei uma Smart TV e foi aí que tudo mudou. Com a tela maior deu mais vontade de assistir séries e foi aí que o vício foi só aumentando.

Preciso comentar que eu sou meio de lua, tem épocas que eu foco em assistir filmes e tem épocas que eu fico somente nas séries. Até agora meu foco tem sido nas séries, já comecei várias e só aumentando minha lista no Banco de Séries. 

Minha história com Bates Motel começou com uma amiga comentando que gostava muito da série, isso foi ano passado. Na época eu dei uma olhada mas não interessei muito. Agora com a Smart TV e Netflix eu posso assistir várias séries que são de outras produtoras mas que tem no acervo do canal. Passei por várias séries antes de BM, mas quando terminei de assistir Teen Wolf eu queria começar alguma série e me deparei com ela. Resolvi assistir o primeiro episódio e só parei as 5 da manhã! Infelizmente eu sou dessas que não tenho limites, principalmente quando a história esta boa.

Sobre BM: A série é baseada no filme Psicose de 1960 de Alfred Hitchcock. Na verdade, a série conta a história de Norman Bates antes do filme, sua adolescência. Contando como tudo começou. Eu preciso confessar que não assisti ao filme então não tenho muito o que comparar. Pelo o que eu sei do filme o Norman é administrador do Motel Bates e mata as pessoas, principalmente mulheres que se hospedam no motel. Parece que no filme ele já tem uma relação conturbada com a mãe. Na série vocês conseguem acompanhar toda essa relação e em como ela vai desenvolver no decorrer das temporadas.




Basicamente a série conta a história de Norman Bates, um garoto de 17 anos que muda de cidade juntamente com sua mãe Norma Bates após o pai de Norman morrer. Eles mudam para a cidade de White Pine Bay, estado do Oregon nos Estados Unidos. É uma cidade fictícia, sendo as filmagens feitas no Canadá. Com o dinheiro do seguro de vida de seu marido Norma compra um velho motel na cidade num leilão de banco. Norma achou que mudando de cidade as coisas iriam ocorrer tudo bem, a vida dela e de seu filho seriam tranquilas e sem fantasmas do passado. Claro que ela estava enganada e logo nos primeiros dias na cidade ela se depara com situações perigosas que ameaçam sua segurança e tranquilidade. A situação piora a cada temporada, parece que Norma não tem um minuto de sossego. 



A série é produzida pela Universal Television, desenvolvida por Carlton Cuse, Kerry Ehrin e Anthony Cipriano e é exibida pelo canal A&E. Teve seu primeiro episódio exibido no dia 18/03/2013. A série esta na sua quinta e última temporada. Cada temporada tem 10 episódios e cerca de 45 minutos cada. Ou seja, é uma daquelas séries que cada temporada a gente consegue assistir em um dia (isso se você for viciado que nem eu e não tiver que acordar cedo no dia seguinte). 

A primeira temporada de Bates Motel foi muito boa, mas sem muitas revelações da personalidade do Norman. Não é segredo que Norman é um psicopata, doido, maluco, nem sei mais do que chamar ele. Ah! E Serial Killer! Na primeira temporada a gente começa conhecendo o personagem, a relação doida/doentia dele com a mãe, com seu irmão que aparece na história, a vivencia dele na escola, a amizade com a Emma e o amor pela Bradley. Nessa época ele já apresenta um comportamento estranho, ainda não esta tão violento e no início eu achava que ele era inocente, tipo um pobre coitado que tem uma mãe maluca que o deixa ainda mais estranho. 


Claro que eu sabia que ele é um assassino por conta do filme, mas ainda não tinha visto ele com esses olhos. Aos poucos ele vai se revelando e chega a dar medo dele. Ainda não terminei a série, estou na quarta temporada, mas já posso dizer que odeio Norman Bates. Primeiro passo para odiar o Norman é que ele passa uma imagem de bom moço, cara legal, educado, quase um menino emotivo, sensível. Quando na verdade ele não é nada disso! Uma coisa que me tira do sério é o ator Freddie Highmore, que interpreta o Norman, ele tem aquela boca que sorri o tempo todo. Não vou conseguir explicar, mas ele tem uma boca que mesmo triste ela esta sorrindo, chorando esta sorrindo, com raiva esta sorrindo. Ele ainda contrai ou relaxa a boca que faz esse efeito de sorrindo e isso me irrita muito. Tenho um nervoso que esse tipo de pessoas. Nunca da para saber o que elas estão pensando ou sentindo. Parece sempre sorrindo, ninguém esta tão feliz que sorri o tempo todo. A atriz que fazia a Juliett de Lost também tem esse tipo de sorriso, ai tinha um ódio dela. 

É difícil explicar esse tipo de sorriso, só sei que me irrita. Junta com toda característica do personagem eu acabo odiando mais ainda. Interpretar um psicopata não deve ser nada fácil, o cara tem que ser muito bom ator para convencer. Eu tenho muitas dúvidas do Freddie, como eu peguei raiva dele, não sei se ele me convence ou não. Porque olhando você vê um cara normal, um garoto na verdade. Mas aí você vê o que ele faz e parece não encaixar. Por exemplo, o ator Mads Mikkelsen da série Hannibal me convencia como psicopata. O próprio Michael C. Hall que fez o Dexter também me convencia. Segundo minha mãe, a cara de bom moço do Freddie faz ele ser um excelente ator e convencer a ser um assassino. Mas ainda assim esta difícil definir o que sinto em relação a ele.

Conforme a série vai avançando o Norman vai transformando e cada vez mais a gente vai conhecendo o outro lado dele. De repente de bom moço ele passou a ser um personagem que me da arrepios. Uma coisa que percebi nessas quatro temporadas é que os sentimentos que tenho com os personagens se alteram no decorrer do tempo. Ao mesmo tempo que mudei de opinião em relação ao Norman, eu mudei em relação a Norma também. Apesar de que com ela eu sempre achei uma "doida varrida". O Norman pode até matar, mas quem alimenta toda doideira dele é a mãe.

A Norma é aquele tipo de mãe que protege o filho custe o que custar. Não importa o que ele fizer, ela sempre vai defender ele, mesmo sabendo que ele esta errado. Quanto mal essa mulher poderia ter evitado se ela não fosse tão egoísta. Ela é a personagem mais egoísta que já vi. Se ela não quisesse o filhinho dela sempre ao seu lado, teria internado ele muito antes, ou até mesmo levado ele há um médico. Já estou contando a série toda, mas é que estou muito revoltada com essa série e com esses personagens. Sem contar que eles despertam um teor sexual entre os dois que eu acho o cumulo do absurdo e do estranho.

Eu estava gostando muito da série, mas depois do episódio 4x05 eu resolvi parar de assistir, estava me fazendo muito mal. O que significa que a série esta muito boa. Eu simplesmente não aguento mais ver o Norman, principalmente ver ele fazendo coisas más e nada acontecer. Alguém pode pelo amor de Deus me contar o final do filme Psicose? Preciso saber se ele morre ou não. Porque se ele não morrer no filme, ele não pode morrer na série.

Um detalhe da série que me deixa muito incomodada é com o período que passa essa série. Não sei se ela se passa nos anos de agora ou se passa nos anos 60. Tem horas que fica evidente que é um misto das duas épocas. As roupas da Norma, até do Norman indicam anos 60. O corte de cabelo da Norma também é bastante inspirado nos anos 60. Falando em cabelos, o da Norma é o pior que eu já vi, ô cabelo feio. A cor é feia, o corte é estranho e os cachos são horríveis, bem brega! Alguns looks da Emma eu adoro, mas ela também faz algumas misturas estranhas. Tem um episódio que ela vira uma perfeita torcedora pro Brasil (usa azul, verde e amarelo). O carro da Norma é antigo, um clássico. Só que outros carros da série são comuns, alguns até modernos demais. O que mostra o lado mais recente é o uso da internet e dos iphones. Eu deveria ter pesquisado sobre isso mas fiquei com preguiça. No geral acho que se passa nos dias atuais, mas com uma inspiração nos anos 60.


Quando eu assisto essas séries que mexe com o psicológico da gente eu fico observando as pessoas ao meu redor para ver se não tem nenhum maluco por perto. Dizem que se eu não encontrar um amigo maluco é porque a maluca sou eu! (rsrsrs) Se você prestar bem atenção nessa série ninguém é normal. Até o lindo do Dylan não escapou da doideira da família Bates. Também coitado, ele foi gerado de uma relação conflituosa e só posso revelar isso para não dar muitos spoilers. A Emma é apaixonada por um cara psicopata que não da a minima para ela, mesmo assim ela continua lá! Se morrer vai ser merecido, (apesar de que eu gosto muito dela).  Nem o personagem Alex Romero salva na série. Ele é um dos personagens que mudou muito desde o primeiro episódio até agora na quarta temporada. Eu achava ele nos primeiros episódios um cara agressivo, nervoso, mas depois apareceu como bom samaritano, ajudando a família Bates e falando baixinho. No entanto o cara de fala mansa, salvador da cidade, mostrou um lado totalmente diferente. Ele para mim é corajoso ou maluco! Na quarta temporada vocês vão entender o porquê. 





No geral eu fui assistindo a série para ver logo o que vai acontecer com o Norman, não vejo a hora dele ser pego pela policia, ou mofar numa instituição de doido. Se bem que não existe mais manicômio e essas coisas. Agora as clinicas colocam velhos e doidos no mesmo lugar. Não me admira que eu todo filme sempre tem um doido que ajuda outro doido a fugir. Que nem na série The Fall. (Quem assistiu sabe do que estou falando).

Se alguém já chegou na quinta temporada por favor me de dicas dessa série pois estou com medo de continuar. Eu não concordo que ele fique impune com as coisas que ele fez. Eu pirei quando li que tem pessoas que defende a condição do Norman, dizem que ele não sabe o que faz, ah para né!! Nada justifica. Ele até não é um assassino comum, mas algo tem que ser feito.

De modo geral a série prende sua atenção, principalmente que você fica curioso com o que vai acontecer com os personagens. Na minha humilde opinião não é a melhor série do planeta, mas é legal. Para quem gosta de séries psicológicas essa vale uma maratona. De tudo se você não gostar não vai ter perdido tanto tempo já que a série não demora muito. Não poderia deixar de comentar sobre a atuação da Vera Farmiga que está fantástica nessa série, merece ganhar um prêmio. 



Não comentei muito sobre os personagens da série, mas quem liga? Poderia ter só o Norman e a Norma que já da muitas histórias. Ahh para começar o estranho que mãe coloca seu nome no filho? Só acrescentou um "n". A doideira já começa por aí. Não vejo a hora dessa série terminar e saber o desfecho. Se for acompanhar o filme eu já sei o que acontece com a Norma. Só para adiantar faz todo sentido o cartaz dessa quinta temporada, quando descobri a história eu já liguei uma coisa com a outra. Já sei que a Rihanna entra nessa última temporada (acho que ela vai interpretar a mesma personagem do filme Psicose). 




Então pessoal não sei se fiz uma boa resenha dessa série maluca, mas espero que tenham curtido. Se tiver algum amigo que gosta desse tipo de série indica esse post para ele. Ah se você assisti não deixa de comentar sobre o que esta acontecendo com a série, eu gosto de spoilers. kkkk Conte-me também sobre o final do filme. Semana que vem volto com mais dicas de séries por aqui. Se quiser saber de alguma em especial comente aqui em baixo. 


Beijossssssssssssssssssssssssssss
sexta-feira, 31 de março de 2017
Oi galera, tudo bom? 
Nem precisa comentar que eu sumi né? Mas aos poucos vou dando as caras por aqui. Hoje eu vim comentar sobre uma série que me viciou tanto que não conseguia assistir outras coisas. A série de hoje é Teen Wolf.



A série é do canal MTV, criada por Jeff Davis que também é produtor executivo. A série é um drama sobrenatural, um pouco inspirada num filme de mesmo nome de 1985. Teve sua estreia na MTV no dia 05/06/2011. Sua primeira, segunda, quarta temporada tiveram 12 episódios cada, a terceira teve 24 episódios, a quinta teve 20 episódios. A sua última temporada que é a sexta já conta com 10 episódios lançados. Agora é esperar para saber quantos mais vão ter. 

A série conta a história de Scott McCall um garoto que é mordido por um lobisomem e tem sua vida transformada. Mas não é só a vida de Scott que muda em Beacon Hills, a de seu melhor amigo Stiles Stilinski também muda. Stiles é filho do Xerife da cidade Sheriff Stilinski. Beacon Hills parece um farol para criaturas sobrenaturais, ao longo das temporadas várias criaturas e monstros aparecem para perturbar os moradores. 



Scott e Stiles eram os típicos melhores amigos que viviam no seu mundinho, não eram populares, nem eram bons no esporte. Quando Scott é mordido ele percebe que tem poderes e se torna um excelente jogador de Lacrosse (esporte no qual eu nunca ouvi falar antes dessa série)!  Como melhor jogador do time de Lacrosse Scott se torna popular e desperta atenção da aluna novata Allison Argent que logo faz amizade com Lydia Martin, garota popular que namora o capitão do time Jackson Whittemore. (O básico da garota loira, popular, aparentemente fútil, que namora o capitão do time que é o cara mais bonito da escola e sempre é um badboy). Não é diferente com Teen Wolf apesar da Lydia ser diferente, mais pra frente falo mais sobre ela. 

Logo que Scott é mordido ele conhece o Lobisomen Derek Hale que parece ter ser da cidade apesar de ter ficado anos afastado da cidade. Ele retorna à procura de sua irmã e começa a investigar sua morte. Parece que a família Hale escondem vários mistérios e formavam uma grande alcateia, mas foram mortos num incêndio criminoso de algum caçador de lobisomens.



Tudo que acontece na escola acaba envolvendo os jovens de alguma forma, aos poucos a amizade entre eles vai aumentando e sempre um ajudando ao outro nos perigos que os acerca. Além do 
Sheriff Stilinski, a mãe do Scott também é presente na série como a enfermeira Melissa McCall. Ainda conta com a família da Allison os Argent que são caçadores de Lobisomens. (Tah foi um pequeno spoiler mas você já vai saber logo no inicio da série, então foi só uma pequena informação)! A Natalie Martin mãe da Lydia não tem muito destaque na série mas no decorrer das temporadas ela aparece um pouco mais. 

A série se passa em três principais pontos da cidade de Beacon Hills que é a escola (Beacon Hiils High School), o hospital (Beacon Hills Memorial Hospital), e a casa do Scott. Eu até acho engraçado que ao longos das 6 temporadas tiveram várias lutas dentro da casa dele, em vez de ir lutar na rua, não, eles lutavam dentro de casa e era uma quebração total. O quarto lugar que mais apareceu ao longo da série é a clinica veterinária onde Scott trabalhava (Beacon Hills Animal Clinic. O dono da clinica é o Alan Deaton que por muito tempo escondeu vários segredos. Outras casas também passavam na série, como a casa da família Hale nas primeiras temporadas teve bastante destaque. A casa dos Argent, a casa dos Stilinski, enfim, mas a do Scott sempre teve um destaque maior.



Tudo bem que não consigo ser sucinta nas minhas descrições, mas é que tem tanta coisa pra falar que fica difícil até de focar. No geral a série mostra a vida dos adolescentes e a luta deles para impedir o mal de crescer na cidade. Eles são os defensores de Beacon Hills no quesito sobrenatural já que nem todos sabem da existência de criaturas da noite e malvadas. 

Vários personagens super importantes vão aparecer no decorrer das temporadas enquanto outros dizem adeus. Não sei vocês mas eu tenho um apego aos personagens, principalmente quando algum deles morre. Pior coisa que tem em acompanhar uma série é ver um personagem legal morrer. Até que em Teen Wolf não tivemos muitas mortes tristes, mas dizemos adeus a vários que gostávamos. Bom, pelo menos que eu gostava. 

A série esta na sua sexta e última temporada, por mais que dê um aperto no coração de dizer adeus é bom que tenha fim em algum momento enquanto a série esta boa. Pior do que ver uma série ser finalizada é ver uma série continuar e ir de mal a pior. Faz sentido Teen Wolf ter um fim já que o Scott cresceu e agora não é mais um adolescente. Ele vai para a faculdade e na minha opinião ver a série continuar com outros personagens não faz muito sentido, nem tem muita graça. Uma série construída a partir da história de um personagem e depois ele sair não tem nada haver. Eu vejo muitos fãs pedindo para que mostre a vida dele depois de adulto, como ele vai ser um lobisomem na faculdade. Eu até queria acompanhar toda a vida do Scott, mas ai haja temporadas. Deixa terminar e vamos seguir em frente. 

Eu ia fazer um resumão dos personagens mas decidi que não pois esse post iria ficar muito grande. No entanto vou comentar dos meus personagens favoritos. Stiles é de longe meu preferido, ele é inteligente, sarcástico e o melhor amigo que todo mundo precisava ter. Ele é um dos poucos humanos na série, mas vence todas as batalhas com muita sabedoria. Ele é sempre o cabeça da turma, faz todos os planos e descobre tudo. Com certeza vai se tornar um excelente policial se seguir carreira do pai. Agora na sexta temporada já contou qual o destino dele, mas não cabe a mim contar, assista! A Lydia é minha segunda favorita. No início eu achava ela superficial, a "piriguete" loira da escola que da de cima de todo cara. Ao decorrer da série a gente percebe que a Lydia é mais que um rostinho bonito e é uma garota muito inteligente, estou pra dizer que mais inteligente que o Stiles. A personagem sempre ficou de canto, sem muito destaque, mas depois ela vai se revelando se tornando uma das mais importantes, tudo passava por ela. Tomara que ela tenha um final muito legal, senão fico muito brava! Rsrs


Teen Wolf esta longe de ser uma das grandes produções de séries. A maioria dos efeitos especiais são de mal a pior, daqueles bem feiosinhos mesmo. Mas a gente até perdoa. Tentei ao máximo ser mente aberta nessa série para não criticar muito, e olha que dessa vez acho que me sai bem. Só tem uma coisa que eu não gostei na série, que é o desenvolvimento dos episódios, a ordem cronológica dos acontecimentos. Geralmente os episódios começam com o futuro e ao decorrer que vai mostrando o que aconteceu. Teve uma temporada que o episódio começou com uma cena,  mas só uns 6 episódios depois voltou nessa cena mostrando os detalhes. Talvez não tenha sido clara, mas eles não acompanham a ordem dos fatos. Não gosto muito de séries nesse tipo. Existe um nome técnico para isso mas eu não sei. (kkk)

No mais minha gente hora de abrir o Netflix e fazer uma maratona Teen Wolf. Se por acaso ainda não dei motivos suficientes para você assistir, vai nessa dica de agora, Teen Wolf  TEM O ELENCO DE CARAS MAIS GATOS DE TODAS AS SÉRIES! SÉRIO! Parece que escolheram os personagens a dedo, só homem bonito. Bom, espero ter dado o último motivo para assistir essa série. 




Depois de assistir não se esqueça de vim aqui no blog contar o que achou da série heim! 

Breve volto com mais dicas de séries e com uma série muito polêmica! Não sei se amo ou odeio. 


Beijooo Beijoooo


OBS: Todas as fotos foram retiradas da internet em busca por Teen Wolf no Google!

Quem sou eu

Minha foto
Aliandra Souza,28 anos, formada em História pela UFJF. Formei, mas não sei o que quero fazer. Na verdade eu sei, só ainda não encontrei as ferramentas necessárias para ter o que quero. Gostaria de escrever um livro, fazer um roteiro para série, será que eu sonho muito? Aqui no blog você encontra um pouquinho de tudo que eu gosto, além de várias dicas bacanas. Adoro participação das leitoras, deixe seu comentário. É feito com muito carinho, espero que gostem!
Tecnologia do Blogger.

Redes Sociais

Anuncie Aqui!

Anuncie Aqui!